Como calcular o preço de equilíbrio de operações com ações

O preço de equilíbrio (break even point) é o valor exato ao qual você pode vender suas ações sem ter lucro nem prejuízo na operação. Em outras palavras, é o preço que, descontados todos os custos da operação, suas ações têm que alcançar para que você comece a obter algum lucro.

Conhecer o preço de equilíbrio de suas operações em ações é importante. Vender suas ações antes que elas alcancem o ponto de equilíbrio vai lhe causar prejuízo, mesmo que a ação tenha se valorizado no período.

Este artigo trata de se encontrar o preço de equilíbrio em operações de compra e venda de ações ou qualquer outro ativo aonde haja custos envolvidos.

Vamos então começar conhecendo a fórmula do ponto de equilíbrio.

Fórmula do ponto de equilíbrio (break even)

Em linhas gerais, a fórmula para cálculo do ponto de equilíbrio é a seguinte:

PE = ((N × P) + C) ÷ N

Onde:

  • N – Número de ações
  • P – Preço de compra
  • C – Custos da operação
  • PE – Preço de equilíbrio

Exemplo: 200 ações compradas a R$ 25,00. Custo da operação: R$ 10,00 (corretagem), R$ 0,52 (ISS) e R$ 1,73 (taxas e emolumentos):

PE = ((200 × R$ 25) + (R$ 10 + R$ 10 + R$ 0,52 + R$ 0,52 + R$ 1,73 + R$ 1,73)) ÷ 200

PR = (R$ 5.000 + R$ 24,50) ÷ 200 = R$ 25,12

Ou seja, nesta operação, o preço de equilíbrio é R$ 25,12, o que significa que se você vender as 200 ações por este preço, você não terá lucro nem prejuízo. Em outras palavras, a ação tem que valorizar quase 0,5% somente para você sair no zero a zero!

Cuidado com os custos para cálculo do ponto de equilíbrio

Você deve ter observado que em nossa equação acima, nos custos da operação (C) os valores estão dobrados. Isso acontece porque em uma operação de compra e venda de ações, você tem despesas tanto na operação de compra quanto na de venda.

Por isso, é fundamental que você inclua todos os custos de sua operação corretamente para que o ponto de equilíbrio seja calculado sem erro!

Um detalhe importante é a aplicação de percentuais nos custos de operação: por exemplo, em geral o cálculo do ISS é feito “por dentro”, o que significa que sua corretora vai deduzir o ISS para chegar ao preço exato cobrado pela corretagem. Outras corretoras podem simplesmente adicionar a alíquota de ISS sobre o preço da corretagem, o que pode resultar em valores de corretagem diferentes. Você deve consultar suas notas de corretagem para saber os valores exatos de ISS pago.

Outro exemplo são os custos percentuais de taxas e emolumentos, pagos na venda das ações. Como se tratam de percentuais do valor negociado, você só terá como saber qual será este custo quando vender as ações. Mas como você ainda não vendeu as ações (pois está justamente querendo saber o ponto de equilíbrio), em geral você pode utilizar os mesmos valores pagos na compra das ações como pior caso.

Embora estes detalhes na aplicação de percentuais não costumam afetar muito o cálculo do ponto de equilíbrio, é importante você saber que eles existem.

O imposto de renda e o ponto de equilíbrio

Em geral, o imposto de renda não é incluído no cálculo do ponto de equilíbrio. O motivo é que o imposto de renda é cobrado sobre o ganho da operação (se houver), não tratando-se, portanto, de custo.

Mais ainda: os custos de operação (corretagem, emolumentos etc.) devem ser deduzidos do seu ganho antes do cálculo do imposto. Como no preço de equilíbrio você estará deduzindo os custos e não auferindo ganho (nem perda), no ponto de equilíbrio o imposto a pagar é zero, aplicando-se a alíquota, então, somente sobre o que a ação valorizar a partir daí.

Em outras palavras, nem faz muito sentido incluir o imposto de renda no ponto de equilíbrio porque ele será igual a zero no ponto de equilíbrio, e será proporcional ao ganho na valorização extra da ação – que é o que você quer que aconteça.

Automatizando o cálculo

Uma das formas de diminuir o trabalho e evitar erros no cálculo do preço de equilíbrio e automatizar o cálculo. Abaixo você encontra uma planilha eletrônica com o cálculo básico do ponto de equilíbrio. Você pode utilizar a planilha ou customizá-la para aprimorar o cálculo de custos ou automatizar ainda mais o processo.

Downloads